Girls on the Front: Isa Nielsen – Distorted Duo

by Aline Costa

GIRLS ON THE FRONT é um quadro criado por 4 redatoras para falar sobre mulheres e para encorajar outras a continuar o seu objetivo na música e, para isso, contaremos a vida e carreira de mulheres no metal brasileiro e internacional.
Nesta edição a nossa convidada e Isa Nielsen, uma das maiores guitarristas da atualidade.

Nascida na Dinamarca na cidade de Herning, Isa Nielsen mudou-se para São Paulo com apenas 2 anos de idade. Vamos conhecer ainda mais sobre ela:

Você está com um novo projeto o Distorted Duo, juntamente com o Tiago de Moura (Armored Dawn), gostaria que falasse um pouco mais sobre. Inclusive é um trabalho onde você canta gutural e com a voz mais limpa.
Isa Nielsen: O Distorted Duo é um projeto muito diferente da minha carreira como guitarrista solo. Nós já gravamos um disco e estamos esperando ele ser mixado pelo Heros Trench (Armored Dawn, Korzus), enquanto o album não fica pronto estamos fazendo singles, o próximo será lançado dia 13 de julho, no dia do Rock. Neste projeto estou fazendo algo que sempre quis que é cantar limpo, gutural e tocar guitarra, e com o meu marido Tiago de Moura que é um excelente guitarrista, compositor e produtor, consigo dividir as funções, antes eu fazia tudo sozinha. A idéia é cantar e tocar guitarra, porém com ele na guitarra eu tenho mais liberdade para cantar. Neste album que vamos lançar também temos músicas instrumentais, mas o principal são as músicas com voz, não estamos limitados a um único estilo, somos ecléticos e independentes, temos liberdade pra fazer a música que quisermos. A arte da capa do nosso cd foi feita pelo Fábio Araújo, mas as capas dos singles eu estou fazendo, e na quarentena também estou fazendo os clipes, lyric videos, etc., tem sido divertido trabalhar com artes visuais.

Qual o diferencial desse novo trabalho?
Isa Nielsen: O principal diferencial são as vozes que gosto de variar, limpo, drive, gutural…Duas guitarras, fazemos melodias dobradas, duetos etc…

Como tem sido a receptividade dos fãs em relação ao Distorted Duo?
Isa Nielsen: Eu penso que foi inesperado para eles, alguns acharam o som muito pesado, outros gostaram, meu público principal é de guitarra solo, e acredito que agora vamos conquistar um novo perfil de fãs.

Quando começou seu interesse pela música e por que a guitarra foi o que mais lhe atraiu?
Isa Nielsen: Eu sempre gostei muito de música, mas  a influência do rock começou quando eu tinha 11 anos, com essa idade eu já cantava, inclusive gutural, porém eu tive um problema com a vizinha (rs…) que acabou gerando um bloqueio com o canto, e com 13 anos me interessei pela guitarra, com 14 comecei a tocar. Eu sempre gostei do som e da virtuosidade que se pode obter com o instrumento.

Quais foram as suas influências musicais femininas e o que te levou a decidir seguir essa carreira?
Isa Nielsen: No começo minhas influências eram femininas eram Lita Ford, Jennifer Batten, Angela Gossow, Doro Pesch, Vixen, Courtney Love…Eu até pensei em seguir outra carreira, mas a minha principal habilidade é a música e eu sempre soube disso, por isso escolhi essa profissão.

Quais as características mais marcantes sobre o seu trabalho e como poderia defini-lo?
Isa Nielsen: Acredito que a característica principal seja a união de melodias, riffs e da parte técnica do instrumento, sempre busquei um equilíbrio entre esses elementos, e não apenas virtuosismo como é característica comum entre os guitarristas solo. Já no Distorted, como meu foco principal está nas melodias, letras e voz, procuro sempre ter uma melodia marcante e pensar na música como um todo.

Em algum momento teve dificuldade em mostrar seu trabalho por ser mulher?
Isa Nielsen: Sinceramente, não tive essa dificuldade, desde o começo eu sabia que estava entrando em um universo predominantemente masculino, e que levaria tempo e esforço para conquistar respeito como musicista e acredito que consegui atingir esse objetivo. A maior dificuldade é que as pessoas muitas vezes estão mais preocupadas com futilidades do que com música de qualidade.

Atualmente as mulheres estão conquistando um espaço maior no Heavy Metal, qual sua visão sobre isso?
Isa Nielsen: Eu espero que cada vez mais as mulheres conquistem seu espaço na música, não só no Heavy Metal, mas em todos os estilos. Tenho visto cada vez mais meninas tocando, e isso é muito bom!!! Espero que cada vez mais as mulheres ocupem seu espaço na música, como em todos os outros lugares da sociedade.

Que conselho ou dica daria para as mulheres e garotas que se espelham em você?
Isa Nielsen: Faça música pelo amor a arte, e não por ego ou para ser famoso… O que te motiva, fará toda diferença a longo prazo. Busque elevar seus sentimentos, entender um pouco mais sobre a vida e passar uma mensagem importante através da música. Veja a música como um todo e não apenas o que o seu instrumento pode proporcionar. Também é importante saber que é um mercado instável e estar preparado para os altos e baixos.

Que música definiria a sua carreira?
Isa Nielsen: “Endless Gates” do Distorted Duo que será lançada dia 13 de julho.

O que você falaria para a Isa do início da carreira?
Isa Nielsen: Falaria para ela se afastar de pessoas que não acrescentam nada.

E para finalizar, além de agradecer a sua atenção e essa entrevista, deixe uma mensagem para a galera que acompanha seu trabalho e os leitores da Roadie Metal.
Isa Nielsen: Muito obrigada a Roadie Metal e Aline Costa pela entrevista e a todos os leitores. Para quem gosta de música de qualidade: Fiquem ligados que dia 13 temos uma surpresa que vai ser um novo som lançado no dia do Rock, disponível nas plataformas digitais e Youtube. Em breve lançaremos nosso cd!!!

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish