Asylum Pyre: franceses apostam em composições modernas e com diferentes influências

by Vitor Sobreira

Fazia um bom tempo que não me deparava com nenhuma banda vinda da elegante França, até que finalmente descobri o Asylum Pyre.

A banda vem da capital Paris e sua fundação data de 2003. Mas apesar disso apenas em 2007 seria lançado o EP ‘Whispers of the Power’, que prepararia o caminho para finalmente ser lançado, dois anos depois, o debut ‘Natural Instinct?’, ainda de forma independente.

Em 2012, de contrato com a Massacre Records, seria liberado em dezembro daquele ano o segundo trabalho ‘Fifty Years After’, com a substituição da vocalista Carol Alcantara por Adeline “Chaos Heidi” Bellart. A vocalista permaneceria na banda até o álbum seguinte ‘Spirited Alway’, que também seria o último a sair pela gravadora alemã.

Photo: Alban Verneret

Cá estamos no ano de 2019, e após aproximadamente quatro anos sem nenhuma novidade, foi lançado no dia 26 de abril, pela M & O Music, o simploriamente intitulado full length ‘N°4’, apresentando doze composições e na formação, os músicos Ombeline “Oxy Hart” Duprat (vocal), Johann Cadot (guitarra e vocal), Steve (guitarra), Pierre-Emmanuel Pélisson (baixo) e Thomas Calegari (bateria). Entretanto, de acordo com as informações contidas na página da banda no Facebook, algumas alterações foram feitas, com Pierre-Emmanuel indo para a guitarra (no lugar de Steve) e a entrada do novo baixista Fabien Mira.

Além de ter mantido desde os primórdios a proposta do vocal feminino, outro detalhe fácil de se perceber no Asylum Pyre, é em relação à sua sonoridade, quase que difícil de se definir – caso seja realmente necessário. Muito embora a base de tudo seja os elementos de Power Metal, não se pode excluir também uma pitada de Prog aqui e ali, mas, tudo sempre amparado pela pulsante veia da modernidade, com arranjos, teclados e efeitos que quase esbarram no Industrial.

Tá a fim de conhecer uma banda que aposta numa proposta diferenciada e que é pouco conhecida por aqui? Dê uma chance a esta banda francesa então. Confira abaixo, uma faixa escolhida de cada álbum, a começar pelo mais recente. Divirta-se!

‘N*4’ – 2019
‘Spirited Away’ – 2015
Fifty Years After’ – 2012
‘Natural Instinct?’ – 2009

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish