40 de Quarentena #23: Engenheiros do Hawaii – O Papa é Pop (1990)

by Helton Grunge

Devido ao momento que estamos atravessando, eu, Helton Grunge, decidi criar este quadro de matérias chamado 40 de Quarentena. O quadro consiste em 40 dicas de álbuns para se ouvir durante essa crise de saúde que estamos enfrentando no mundo. Uma vez que tudo está limitado e que temos que ficar o máximo possível em casa, vou sugerir 40 álbuns muito bons para que você ouça e lhe ajude a passar por este tempo de crise.

A ideia é fugir das obviedades e falar de bandas que merecem ter seu trabalho em álbum conhecido, tal sua qualidade. Não preciso aqui “chover no molhado” e apresentar álbuns clássicos, até porque sua importância na música já é clara e certamente influenciou vários trabalhos. Os álbuns não necessariamente serão da cena underground, muitas vezes serão também de bandas que já se ouviu falar, mas não se ouviu um trabalho completo dela: vale a pena conferir a matéria e conhecer os trabalhos sugeridos.

O álbum de hoje é O Papa é Pop (1990) da banda de Rock chamada Engenheiros do Hawaii.

Engenheiros do Hawaii é uma banda brasileira de Rock que mudou bastante sua sonoridade ao longo do tempo de carreira, não dando assim para enquadrá-la em apenas uma vertente. A banda também acabou mudando algumas vezes de formação, mantendo apenas Humberto Gessinger como membro até o encerramento das atividades. Atualmente Gessinger segue carreira solo.

O álbum O Papa é Pop (1990) é o quarto álbum de estúdio lançado pela banda e é considerado seu álbum mais vendido, sendo repleto de sucessos como Era Um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones, além de O Exército de um Homem Só I, Pra Ser Sincero e O Papa é Pop.  O trabalho foi gravado pela formação clássica da banda que contava com o trio Humberto Gessinger, Augusto Licks e Carlos Maltz.

O disco impactou positivamente a carreira da banda e consolidou-a como um dos maiores nomes do Rock Nacional da época. A sonoridade do álbum flertava um pouco mais com o Pop, diferente de discos anteriores da banda e teve a utilização de instrumentos musicais que antes não eram explorados, tais como o piano elétrico, bateria eletrônica e Midi pedalboard.

A carreira da banda era marcada por uma sincronia: a cada três álbuns de estúdio, eles lançavam um trabalho ao vivo. Desta maneira, era como se um ciclo sonoro se fechasse para que outro se iniciasse. Sendo o quarto álbum de estúdio lançado pela banda, O Papa é Pop (1990) era o primeiro de um novo ciclo, apresentando uma sonoridade diferente dos anteriores e abrindo novas portas para a banda, fazendo com que seu trabalho atingisse ainda mais fãs pelo país.

Este é meu álbum preferido da banda, certamente aquele que tem todas as músicas boas. Mesmo com uma mudança de sonoridade e com um flerte com o Pop, o trabalho é muito bom, explorando o talento de Gessinger também no piano. A voz do músico aqui já estava mais madura, o que permitiu que as músicas pudessem ser melhor apresentadas nas linhas de voz.

Eu sou fã da banda e gosto de todos os trabalhos, porém tenho lembranças de sempre optar pelo O Papa é Pop (1990) para ouvir do começo ao fim justamente por eu gostar muito de todas as músicas do trabalho.

Confira abaixo a tracklist de O Papa é Pop (1990) da banda de Rock chamada Engenheiros do Hawaii.

01. O Exército de um Homem Só I
02. Era Um Garoto Que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones
03. O Exército de um Homem Só II
04. Nunca Mais Poder
05. Pra Ser Sincero
06. Olhos Iguais aos Seus
07. O Papa é Pop
08. A Violêcia Travestida Faz Seu Trottoir
09. Anoiteceu em Porto Alegre
10. Ilusão de Ótica
11. Perfeita Simetria (bonus-track exclusiva do CD)

Chegou aquele momento de selecionar as melhores faixas do disco. Para mim, este é o melhor trabalho da banda, sendo assim, todas as faixas são muito boas e poderiam ser singles em qualquer outro álbum. As minhas escolhidas de hoje são: O Exército de um Homem Só I, A Violência Travestida Faz Seu Trottoir, Anoiteceu em Porto Alegre e Perfeita Simetria.

O Exército de um homem só I é uma faixa com uma letra bem reflexiva e de crítica ao Brasil, colocando em evidência as fraquezas de sua população diante das dificuldades do cotidiano. Temos vontade de lutar, mas não temos os recursos necessários pois os governantes não se preocupam com a população. O riff de introdução da música é muito bom e marcante na obra dos Engenheiros do Hawaii.

A Violência Travestida Faz Seu Trottoir é uma faixa longa, muito reflexiva, falando sobre os problemas da violência e dos males que a população enfrenta todos os dias. Trottoir é o caminhar de uma prostituta, que o faz para seduzir seus clientes; a violência, estando travestida de bem, faz o mesmo e nos engana todos os dias. A faixa é cheia de cadências e muito bem construída.

A faixa Anoiteceu em Porto Alegre também é uma faixa longa e cheia de nuances diferentes, descrevendo a vida noturna da cidade de Porto Alegre – RS e todas suas possíveis aventuras cotidianas.

Perfeita Simetria é uma faixa icônica: ela apresenta exatamente a mesma estrutura instrumental e de melodia da faixa O Papa é Pop. Porém sua letra é diferente e apresenta outra temática. Em entrevistas, Gessinger relatou que o fato de a faixa chamar Perfeita Simetria tem a ver com isto: fechar um ciclo de forma simétrica. A letra retrata sobre a vontade de reencontrar um grande amor do passado e retomar aquele sentimento a qualquer custo, deixando para trás tudo o que não mais importa e focando no futuro a dois.

A formação da banda no álbum foi a clássica da banda e contou com: Humberto Gessinger no baixo, na voz, no piano rhodes e midi pedalboard; Augusto Licks na guitarra, no violão, teclados e midi pedalboard e Carlos Maltz na bateria.

Então escolha seu melhor fone, escolha sua plataforma de streaming preferida e aproveite este tempo de crise social para ouvir bons trabalhos musicais. A dica de hoje foi O Papa é Pop (1990) da banda de Rock chamada Engenheiros do Hawaii, mas sempre teremos novas dicas aqui com um breve resumo e breve opinião minha sobre o trabalho. Espero que a dica seja interessante e que usem este tempo difícil a seu favor, cuidando-se e cuidando das pessoas ao redor; mas sem deixar de conhecer ótimos trabalhos musicais que talvez você não teve tempo para ouvir. Ouviu o trabalho? Deixe seu comentário abaixo, vamos conversar sobre. Caso vá ouvir após ler a matéria, volte para dizer o que achou e se a dica valeu a pena.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish