Rob Halford: vocalista faz declarações sobre a homofobia ao redor do mundo

by Alexandre Temoteo

Em um programa de rádio estadunidense, o vocalista do Judas Priest Rob Halford falou sobre a discriminação que a comunidade LGBT sofre ao redor do mundo. Halford assumiu a homossexualidade em meados de 2000.

“Eu fico tão frustrado e bravo porque estamos em 2017 e… Sabe, crescer e perceber a sua preferência… Bom, não é realmente uma preferência, é quem você é. Eu não fiz a escolha. Eu sou quem eu sou. E na sociedade em que eu cresci, e na sociedade de hoje ainda, nós temos um grande problema na igualdade.

Eu sempre senti, quando eu estava na minha adolescência e ainda nos vinte e poucos, trinta e poucos, que as coisas iriam melhorar, mas elas não melhoraram. Nós temos muito avanço ainda a ser feito nos Estados Unidos e no meu país natal. Em algumas partes do mundo pessoas como eu são jogadas para fora da janela, pessoas são enforcadas, só porque são quem são. Então existem muitas injustiças que a população gay sofre, assim como as injustiças de raça, ou religião. O mundo é maluco, não é? Você poderia imaginar que hoje em dia a gente teria aprendido a viver e deixar outros viverem, amar um ao outro, e aceitar cada um pelo que é. A vida é curta.”

Rob Halford falou então de sua própria experiência, e como foi assumir a homossexualidade fazendo parte da comunidade Metal. Halford disse que quando se declarou gay, recebeu apoio de toda comunidade:

“Foi muito animador para mim. E foi um momento muito bom para o Heavy Metal também. Porque por muito tempo o Heavy Metal era o patinho feio do Rock n’ Roll, o Heavy Metal não recebia nenhum respeito, sempre esteve nos fundos. Então eu pensei ‘isso não é legal?’. Serve para mostrar que nós na comunidade Metal, provavelmente por causa do preconceito que recebemos pela música que amamos, somos mais tolerantes, mais cabeça aberta, os mais amáveis e aceitadores de todos os tipos de música de Rock. Foi um grande momento”.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish