Roadie Metal na Fronteira do Desconhecido #24: Avant-Garde Metal

by Maria Clara Goé

Hoje teremos mais uma edição do quadro “Roadie Metal na fronteira do desconhecido”, que tem o intuito de trazer mais informações sobre os mais diferentes subgêneros existentes, de forma a tirar dúvidas sobre estilos pouco conhecidos, acabar com informações enganosas sobre outros, ou simplesmente indicar algumas bandas para quem quiser se aventurar em gêneros novos. O quadro vai ao ar toda quarta-feira.

O estilo escolhido para essa edição, é o Avant-Garde Metal!

História

O Avant-Garde Metal é facilmente confundido com o Metal Progressivo, mas a unica coisa que elas têm em comum, é a experimentalidade! Ambas constroem a sonoridade da música pegando os mais variados elementos, de outras culturas e estilos.

Mas o que difere esses dois estilos, é o estilo de composição! A experimentalidade do Avant-Garde Metal, não se prende simplesmente na diversidade de elementos, mas sim na estrutura da música, no tempo dela, é um estilo que não se encaixa em “padrões”. Falando de um jeito bem popular, o Avant-Garde pega os padrões e ri na cara deles!!

Quando falamos em padrões na música, podemos pegar como exemplo vários estilo que são considerados “quadrados”, ou seja, totalmente encaixados em um estilo e seguem fielmente todas as características dele. Temos o Thrash Metal, Death Metal, Black Metal, entre outros estilos…quando uma pessoa ouve uma música de alguns desses estilos, sabe muito bem o que vai ouvir, quais características ele pode esperar, qual a velocidade dos riffs e da bateria, e até qual tipo de vocal irão ouvir.

Você ouve Black Metal sabendo que vai ouvir vocais guturais grunhidos, gritos estridentes, riffs sujos com poucos acordes, e uma bateria com pedal duplo extremamente rápido.

Esses são os padrões numa música. E é exatamente isso que não acontece no Avant-Garde, onde os riffs melosos são substituídos por acordes não-simétricos e timbres incomuns!

Também não é possível dizer quando o estilo foi criado, pois se trata de uma eterna evolução musical.

Uma das bandas que se destacam no estilo é a Diablo Swing Orchestra (percebem que nem o nome da banda é comum, ne?!), é uma banda da Suécia formada em 2003, e consegue mesclar música de cabaré, com heavy metal, música flamenca e erudita. E sim, é muito diferente, mas te prende desde o início da música.

Outra banda do estilo é Master’s Hammer, de Black Metal da República Tcheca. Eles estão em atividade desde 1987, e desde então agregam ao black metal elementos sinfônicos e passagens de eletrônico.

Há quem diga que o Faith No More, se encaixe nesse estilo também, por ser uma banda que nunca seguiu á risca nenhuma regra, mas fato é que, o vocalista Mike Patton também tem uma banda chamada Mr. Bungle, na qual certamente se enquadra como Avant-Garde Metal. Eles têm um disco polemico chamado California, com inflências que variam de SKA até heavy metal, e foi lançado no mesmo dia que o Red Hot Chilli Peppers lançou Californication, a polêmica mora no fato de os vocalistas de ambas as bandas nunca terem ido com a cara um do outro.

Cenário Brasileiro

Como deu pra perceber, esse é um estilo que nasceu e permanece no underground, no Brasil temos bandas experimentais e progressivas, mas não achei nenhuma que se encaixe no Avant-Garde Metal!

Características

O Avant-Garde, como já falamos, não segue uma regra ou padrão, mas têm como essa inconstância, a sua maior característica. Mas analisando algumas bandas no estilo, dá pra perceber algumas ligações entre elas, como os timbres diferentes de guitarras, acordes dissonantes e em tempos quebrados, e também o uso de instrumentos não tão convencionais no metal, como os de sopro.

Pra ilustrar um pouco tanta irreverência, deixarei aqui um vídeo do músico IGORRR, um francês que mistura vários estilos e referencias diferentes numa mesma música.

Discografia Indicada

Mr. Bungle – California (1999)

Master’s Hammer – Vagus Vetus (2014)

Igorrr – Moisissure (2008)

Diablo Swimg Orchestra – Pandora’s Piñata (2012)

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish