Roadie Metal Cronologia: Van Halen – Van Halen (1978)

Van Halen, lançado em 10 de fevereiro de 1978, é o álbum de estreia da banda Van Halen. Mesmo que este não seja um álbum “divisor de águas”, sua importância na cena do Rock é indiscutível, tendo vendido mais de 10 milhões de cópias somente nos Estados Unidos e aparecido em diversas listas de classificação de melhores álbuns de Rock e Metal de todos os tempos.

A banda, formada pelos irmãos Van Halen – Eddie e Alex, e os companheiros David Lee Roth e Michael Anthony, era bastante conhecida por tocar covers em bares em Los Angeles. A pretensão de fazer um som diferente do que era tocado nas rádios nos anos 70 chamou a atenção de Ted Templeman, um produtor da Warner Music Group, que em 77 os viu tocando em um bar. A banda assinou, então, um contrato com a Warner em maio do mesmo ano e as gravações iniciaram em setembro – com uma duração de 3 semanas e um custo de 40 mil dólares!

A foto da capa do álbum foi tirada no Whisky a Go Go e mostra os quatro integrantes separados em cada quadrado. A guitarra segurada por Eddie é a conhecida Frankenstrat, constituída de um braço comprado na Boogie Bodies e de um corpo Stratocaster.

A primeira faixa, “Runnin’ With The Devil” tem um riff confiante que dá um embalo marcante e diferente do que era produzido até então. A segunda faixa, “Eruption”, trata-se de um instrumental que se tornou o mais conhecido da história do Rock – o que era um risco por estar logo no início do álbum, mas iconizou Eddie por ter popularizado a técnica em que se usa as duas mãos no braço da guitarra, o famoso two hands ou ainda tapping.

O solo épico impulsiona o cover de “You Really Got Me”, composição de Ray Davies (Kinks), que teve bastante sucesso a ponto de o público geral pensar que se tratava de uma composição da banda. A seguir vem o ponto alto de todo o cânone da banda, “Ain’t Talkin’ ‘Bout Love”, com um riff legendário e que, arrisco dizer que foi o mais marcante da história da banda. “I’m The One” é mais explosiva e contempla a performance de cada integrante no decorrer dela. A música é muito boa, porém, julgo desnecessário e sem sentido aquele “doo-wop” presente quase no final. “Jamie’s Cryin ‘” e “Feel Your Love Tonight” compartilham riffs memoráveis e refrãos harmonizados e marcantes que soam como se fossem grandes sucessos de rádio. “Atomic Punk”, que está entre essas duas faixas, também apresenta efeitos de guitarra que se mesclam com estrofes curtas. “Little Dreamer” tem uma das melhores melodias do álbum e nela os instrumentos contrastam muito bem com o vocal. David Lee Roth toca violão em “Ice Cream Man”, uma música de blues de John Brim da década de 1950. Originalidade é a palavra que melhor descreve o que Eddie conseguiu fazer nessa música. “On Fire” encerra o debute com Eddie impressionando na guitarra, como sempre.

Van Halen é, definitivamente um álbum incrível. Um dos melhores debutes da história do Rock. No entanto, o melhor dessa cronologia ainda está por vir.

Formação:
David Lee Roth (vocal e guitarra acústica);
Eddie Van Halen (guitarra, guitarra elétrica, vocal de apoio);
Michael Anthony (baixo, vocal de apoio);
Alex Van Halen (bateria).

Faixas:
01. Runnin’ With The Devil
02. Eruption
03. You Really Got Me
04. Ain’t Talkin’ Bout Love
05. I’m The One
06. Jamie’s Cryin’
07. Atomic Punk
08. Feel Your Love Tonight
09. Little Dreamer
10. Ice Cream Man
11. On Fire

Produção:
Produtor: Ted Templeman
Engenheiros: Donn Landee, Peggy McCreary, Kent Nebergall, Logan Jervis
Coordenador do projeto: Jo Motta
Direção de arte: Dave Bhang
Design: Dave Bhang
Fotografia: Elliot Gilbert
Composição tipográfica: Jodi Cohen

Compartilhe:

Tags

Sobre: Natália Dos Santos

Natália Dos Santos

É bacharel em Teologia e graduanda de Licenciatura em Letras – Português e Inglês. Ama ler, escrever, ensinar, assistir Star Wars e Senhor dos Anéis, cantar e escutar bandas que a maioria dos amigos não conhecem. Aprendeu a gostar de metal com o irmão mais velho, em 2005, quando ainda era criança. Bandas favoritas: KoRn e Flyleaf.

Você talvez também goste...

Comentários

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!