Roadie Metal Cronologia: Tankard – A Girl Called Cerveza (2012)

by Marcos Gonçalves

Ah! O que falar sobre o Tankard? É fácil e ao mesmo tempo difícil. Fácil pois é uma banda que agrada a maioria, que tem o som bem coeso com o seu Thrash divertido de se ouvir. Difícil pelo mesmo motivo, pois não há como falar mal dos caras e acaba que parece que todos falam a mesma coisa dos alemães amantes da cerveja.

“A Girl Called Cerveza”, lançado em 2012 pela Nuclear Blast, aliás, esse foi o primeiro da banda pela gravadora, marcou os aniversário de 30 anos de carreira dos caras.

O álbum mantém o alto padrão dos anteriores, com faixas rápidas e porradeiras, com riffs espetaculares e com elementos do NWOBHM.

O disco é incrível, parece um dos clássicos da banda com uma roupagem moderna. A mixagem mais clara dos tempos de hoje — sim, já fazem sete anos do lançamento, mas naquela época a produção de álbuns já era bem mais moderna — deixa tudo mas nítido, claro, sem perder a sujeira que o Thrash Metal pede.

Os destaques ficam por “Rapid Fire (A Tyrant s Elegy)“, faixa com cara de clássica, com riffs incríveis, “Master of Farces“, a faixa-título, “The Metal Lady Boy“, que conta com Doro Pesch como convidada nos vocais, e “Running on Fumes“, que fecha o disco brilhantemente.

Assim sendo, “A Girl Called Cerveza” celebra e coroa com maestria os 30 anos de banda. Abra uma bela garrafa de cerveja, aperte o Play e incorpore o Thrash Metal mais tradicional possível na sua audição que com certeza será maravilhosa.

Formação:
Andreas “Gerre” Geremia (vocal);
Andy Gutjahr (guitarra);
Frank Thorwarth (baixo, vocal de apoio);
Olaf Zissel (bateria).

Faixas:
01. Rapid Fire (A Tyrant s Elegy)
02. A Girl Called Cerveza
03. Witchhunt 2.0
04. Masters of Farces
05. The Metal Lady Boy (feat. Doro Pesch)
06. Not One Day Dead (But One Day Mad)
07. Son of a Fridge
08. Fandom at Random
09. Metal Magnolia
10. Running on Fumes

8/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish