Roadie Metal Cronologia: Rammstein – Rosenrot (2005)

by Bruno Rocha

Rammstein conseguiu a proeza de se tornar uma banda bastante popular e bem-sucedida mundo afora mesmo não cantando suas letras em inglês. O grupo foi uma dos primeiros a praticarem o chamado Neue Deutsche Härte (ou “novo Hard Rock alemão”, em tradução livre), pouco depois do Oomph!, banda que influenciou diretamente o novo grupo de Till Lindermann e companhia. Em meio a outros nomes como o próprio Oomph!, o Eisbrecher, o Joachim Witt e o Megaherz, o Rammstein se destacou sobremaneira em termos de popularidade não só pela qualidade musical, mas também pelas impressionantes performances ao vivo e as excentricidades de seus integrantes.

Na primeira metade dos anos 2000, o Rammstein já havia alcançado o posto de banda com letras alemãs mais bem-sucedida do mundo de acordo com dados da Billboard. Toda essa popularidade e sucesso foram mais uma vez confirmadas com o lançamento do álbum Reise, Reise, o quarto álbum do grupo, em 2004. Todavia, várias músicas que foram criadas nas sessões de Reise, Reise foram engavetadas e finalmente lançadas um ano depois, em agosto de 2005, no álbum que ganhou o título de Rosenrot.

Na verdade, Rosenrot deveria ter sido lançado como Reise, Reise Volume Two. Porém, dois meses antes do lançamento, foi anunciado que o álbum não seria batizado com esse nome tão sem criatividade. Além disso, de suas onze faixas, seis seriam sobras de estúdio do álbum anterior, de modo que as cinco demais seriam inéditas. Outro elo entre os dois álbuns-irmãos é que a capa do irmão mais novo é idêntica a arte da versão japonesa do mais velho.

Benzim dá início aos trabalhos do álbum de modo bem agitado e frenético antes que imponentes cornetas tomem conta da frente da composição. O clima continua para cima com Mann Gegen Mann e seu refrão com coros que remetem ao Accept. A faixa-título surge quebrando o clima animado com seu andamento mid-tempo e atmosfera densa. A banda põe força mais ainda o pé no pedal do freio com Spring, que traz consigo muito peso com as guitarras afinadas em C e linhas vocais emocionadas. As batidas industriais surgem com mais proeminência em certos trechos de Wo Bist Du, fazendo-nos lembrar as origens eletrônicas do grupo.

Uma espécie de balada, muito belíssima por sinal, surge na faixa Stirb Nicht Vor Mir, que conta com as participações especiais das cantoras Sharleen Spiteri (e seu timbre vocal que em alguns momentos lembra a Shakira) e Christiane “Bobo” Hebold. Cantos femininos em escalas árabes dão a bandeirada para a frenética e pesadíssima Zersturen e suas afinações baixíssimas. Os ritmos lentos voltam a comandar o álbum na groovada e atmosférica Hilf Mir, que serve para descansar o ouvinte antes que o ritmo acelere novamente na irreverente Te Quiero, Puta!, cantada em espanhol, repleta de trompetes latinos e que conta com a atriz Carmen Zapata a berrar “que rico!” em várias partes da música. Feuer Und Wasser é outra que se utiliza de ritmos lentos e linhas vocais tristes para evocar mais uma vez a atmosfera densa que o Rammstein consegue moldar com exímia competência. O álbum se encerra com uma música, Ein Lied, que é bastante simples, tendo em sua estrutura somente uma guitarra limpa, um leve string nos teclados e a voz de Lindemann cantando bem baixo.

Rosenrot foi muito bem recebido tanto por público quanto por crítica. Tanto que o álbum ganhou álbum de platina dupla na Rússia (país onde o Rammstein é extremamente popular), disco de platina na Suíça e discos de ouro na Finlândia e na Polônia. Além disso, Rosenrot alcançou o Top 10 nas paradas de vários países. E olhe que a banda nem sequer promoveu o álbum com turnês!

Por falar em turnês, o Rammstein só faria um novo giro mundo afora em 2009 para promover o sexto álbum de estúdio do grupo, Liebe Ist Für Alle Da, que seria lançado naquele ano. Uma análise mais detalhada deste trabalho será apresentada a você, caro leitor, amanhã, nesta mesma seção Roadie Metal Cronologia. Auf Wiedersehen!

Nota: 8,5

Rammstein – Rosenrot (2005)
Data de lançamento: 28 de outubro de 2005
Gravadora: Universal

Tracklist:
01. Benzin
02. Mann Gegen Mann
03. Rosenrot
04. Spring
05. Wo Bist Du
06. Stirb Nicht Vor Mir
07. Zerturen
08. Hilf Mir
09. Te Quiero Puta
10. Feuer Und Wasser
11. Ein Lied

Line-up:
Till Lendemann – vocais
Richard Z. Kruspe – guitarras
Paul Landers – guitarras
Christian Lorenz – teclados
Oliver Riedel – contrabaixo
Christoph Schneider – bateria

Participações:
Sharleen Spiteri – vocais em “Stirb Nicht Vor Mir”
Bobo – vocais em “Stirb Nicht Vor Mir”
Carmen Zapata – vocais em “Te Quiero Puta!”
Christo Hermandos – trompete em “Te Quiero Puta!”

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish