Roadie Metal Cronologia: Iced Earth – Burnt Offerings (1995)

Depois de contar com dois vocalistas diferentes nos dois primeiros álbuns – Gene Adam em “Iced Earth” (1990) e John Greely em “Night of the Stormrider” (1991) –, o grupo liderado por John Schaffer encontrou em Matthew Barlow a estabilidade que precisava.

Lançado em 1995, “Burnt Offerings” é o marco inicial da marcante primeira passagem de Barlow pela banda. A faixa-título abre o disco com muito peso, mas a parte vocal parece não se encaixar no contexto em certos momentos. Matthew Barlow é um excelente vocalista, mas alguns trechos da letra na parte inicial não se harmonizam muito bem com o instrumental. Apesar desse problema, a faixa tem também partes mais climáticas bem interessantes.

A empolgante “Last December” começa como uma balada, mas fica mais pesada com o tempo. Esta é uma fórmula que o Iced Earth já usou diversas vezes ao longo da carreira. “Diary” inicia mais cadenciada que as anteriores, porém engata uma sequência matadora de riffs provida pelo “riffmaker” Jon Schaffer.

Em “Brainwashed” vale destacar a performance irrepreensível do baterista Rodney Beasley, com belas viradas e um pedal duplo espetacular. Outros destaques ficam para os riffs de guitarra e a interessante inclusão do violão nas partes melódicas. Na sequência, “Burning Oasis” cria um clima mais sombrio, como se o ouvinte fosse levado direto para o inferno, como sugerido pelo Iced Earth na capa de “Burnt Offerings”.

“Creator Faillure” mistura peso e cadência ao longo da execução. Jon Schaffer continua detonando nos riffs e Matthew Barlow se mostra mais versátil, com direito a vocalizações mais agudas na reta final. “The Pierced Spirit” é uma curtíssima balada com voz e violão que precede o grande momento de “Burnt Offerings”.

Inspirada na obra “A Divina Comédia”, do escritor italiano Dante Alighieri, “Dante’s Inferno” expande ao máximo a imersão do ouvinte no que seria o inferno. A longa faixa – com mais de 16 minutos – começa agressiva, com a banda inteira em perfeita sintonia, especialmente Jon Schaffer, que segue como uma máquina de riffs, Rodney Beasley com sua bateria destruidora e Matthew Barlow, que tem uma chance muito maior de mostrar sua versatilidade, principalmente nos momentos mais melodiosos.

“Burnt Offerings” não é o marco definitivo do Iced Earth, mas foi um bom começo para que a formação clássica pudesse se estabelecer como tal anos depois com lançamentos do naipe de “The Dark Saga” (1996), “Something Wicked This Way Comes” (1998) e “Horror Show” (2001).

Formação:
Matthew Barlow (vocal);
Randy Shawver (guitarra);
Jon Schaffer (guitarra);
Dave Abell (baixo);
Rodney Beasley (bateria).

Faixas:
01 – Burnt Offerings
02 – Last December
03 – Diary
04 – Brainwashed
05 – Burning Oasis
06 – Creator Faillure
07 – The Pierced Spirit
08 – Dante’s Inferno

Compartilhe:

Sobre: Carlos Acioli

Carlos Acioli

Recifense, fã de metal desde os 13 anos de idade. Teve sua iniciação com o clássico álbum ao vivo do Iron Maiden no Rock In Rio de 2001. Gosta de várias vertentes da música pesada.

Você talvez também goste...

Comentários

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!