Roadie Metal Cronologia: Burzum – Det Som Engang Var (1993)

by Maria Clara Goé

Dando continuidade ao Roadie Metal Cronologia da vez, com a banda norueguesa Burzum, e o seu segundo álbum Det Som Engang Var, gravado em abril de 1992 e lançado em agosto de 1993 pela “Cymophane”, gravadora da própria banda.

Burzum é uma banda que, todos sabem, divide MUITO as opiniões entre os fãs de blackmetal, mas devemos lembrar que, entre uma igreja queimada e outra, um estilo estava sendo criado, havia um marco histórico ali, com um começo bem torto, mas havia!

Se você pedir para qualquer pessoa que não curta blackmetal, ouvir uma música, elas dirão basicamente a mesma coisa, “parece uma TV fora do ar, com alguém berrando no fundo”. Elas estão totalmente erradas? Não. Esse disco vai fazer elas mudarem de ideia? Talvez!

Esse disco especificamente, tem uma pegada mais diferente dos outros do estilo, por ter mais melodias, notas mais elaboradas e alguns efeitos e ambiências que geralmente não se ouvem no blackmetal.

Det Som Engang Var, que significa “O que antes foi…“, seria lançado sob o nome de “På Svarte Troner“, traduzido como “Em Tronos Negros“, e a capa do álbum é inspirado em um módulo do Dungeons & Dragons chamado The Temple of Elemental Evil.

O disco começa com “Den Onde Kysten”, uma faixa instrumental, deixando aquele clima de mistério pairando no ar, enquanto “Key to the Gate” se prepara para chegar com todo o peso, berros, e raíz que os ouvintes esperam ouvir.

As faixas mais longas do disco, “En Ring til Aa Herske” e “Snu Mikrokosmos Tegn”, também contém esse mesmo clima de mistério e suspense que a primeira música, porém não variam muito nas melodias, com incansáveis riffs de guitarra com as mesmas notas durante todas as músicas, com quase 10 minutos de duração.

Talvez uma das músicas mais elaboradas do disco, “Lost Wisdom”, com riffs mais bem trabalhados, e uma letra que diz sobre como a igreja “queimou” o conhecimento e a essência dos lugares por onde passou.

A música, mais irritante, cansativa, repetitiva e aleatória do disco, sem sombra de dúvida, é a “Ham Som Reiste”, e se eu pudesse deletar ela da existência, eu com certeza deletaria.

Temos também faixas como “Svarte Troner” e “Naar Himmelen Klarner” que são apenas instrumentais, muito boas por sinal, para quem têm paciência de ouvir algo não cantado como eu.

Por fim, o disco traz alguns elementos diferentes para o blackmetal, tal como esse instrumental por vezes mais calmo e alguns riffs mais elaborados, com efeitos, e vale a pena ouvir pra sentir a essência do estilo. Minha nota será 7, pelo falo das repetições no instrumental terem sido muitas e bem cansativas!

Burzum – Det Som Engang Var
Data de Lançamento: 15 de Agosto de 1993
Gravadora: Cymophane Productions


Tracklist:

01. Den Onde Kysten (instrumental)
02. Key To The Gate
03. En Ring Til Å Herske
04. Lost Wisdom
05. Han Som Reiste (instrumental)
06. Når Himmelen Klarner (instrumental)
07. Snu Mikrokosmos Tegn
08. Svarte Troner

Integrantes:
Varg Vikernes – vocal, guitarra, baixo, bateria, sintetizador, composições
  • 7/10
    Roadie Metal Cronologia: Burzum – Det Som Engang Var (1993) - 7/10
7/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish