Resenha: Talia – Let Sleeping Dogs Lie- EP (2018)

by Tatianny Ruiz

O Rock e Metal são águas que percorrem muitos caminhos entre sons mais inteligentes e mais calmos, porém existem algumas bandas e músicas que são o que eu chamo de conexão no quebra-cabeça, bandas que você pode ouvir a qualquer hora sem causar nenhum tipo de reação além de um dia relaxante ou agitando em um festival, e excepcionalmente tocando no rádio a qualquer momento e sendo agradável para a audição, é o sentimento quando ouvimos o trabalho do trio de Paris e Los Angeles TALIA em seu novo EP ‘Let Sleeping Dogs Lie ‘, lançado em 4 de maio de 2018 pela Pavement Entertainment e por trás de uma explosão sonora de pessoas que agitam o público em grandes shows e vão animá-lo no caminho para o trabalho enquanto o rádio estiver ligado.

Com uma capa encantadora e uma mistura de riffs contagiantes e linhas de baixo incisivas, a banda apresenta cinco faixas tão frescas como a cara de verão, algo que lembra coisas como Hole nos anos 90, mas com muito mais profissionalismo ou qualidade, e certamente este é um cenário perfeito para o que você encontrará neste álbum, uma viagem de volta aos anos 90, e você notará isso imediatamente quando ouvir “Afraid of Heights” com uma atmosfera animada e festiva acompanhada por uma vibração agradável do trabalho da bateria, e isso realmente me lembrou de coisas mais divertidas de bandas como Foo Fighters ou Offspring, bem lembradas, para onde foram esses caras? Não importa, porque temos a sensação de música vibrante e divertida bem aqui agora, então é fácil seguir em frente com ‘Still Waters‘ que começa um pouco mais calma antes de todos os tons mudarem, e sem dúvida as batidas são fortes e eu posso facilmente imaginar se tinha saído na década de 90, nós certamente veríamos esse vídeo dessa faixa passando frequentemente na esquecida MTV em um daqueles dias com programas de praia, eu me senti velha agora, mas é realmente boa a sensação.
Em seguida, encontramos outra faixa que eu posso pensar em tocar tranquilamente no rádio Wreckage e o tema é aplicado novamente para linhas cativantes e simplistas, embora com uma boa produção.
E se há algo que eu amei dos anos 90 foram os verões da minha juventude e que o bom sentimento de que tudo é renovado, a brisa fresca no rosto na praia … o mar … então aqui está uma faixa que combina todos os elementos perfeitamente, ao som acústico de um violão simples para ‘Bleed You Dry‘ tão jovem e serena como a juventude da época sem tantos telefones celulares e tecnologia, tempos para reunir amigos e correr para a vida, então certamente não contando assim a parte das letras, porque eu aprendi que as letras podem ter um significado diferente para cada ouvinte, mas analisando o trabalho como um todo, podemos dizer que isso soa como um sopro de alegria, prático, não muito diferente, mas que atende a uma massa de ouvintes que só querem um pouco de diversão e um pouco de paz, então certamente um grande álbum para você aproveitar a vida, vamos lá.
Como eu mencionei acima estamos falando de um EP e a viagem ao passado será curta terminando em ‘In the Evening (New Wave)‘ que fecha o trabalho com pontos pela divertida proposta da banda que certamente atribuiu uma característica tão jovem e fornece energia para do dia-a-dia.

Track listing

1 – Afraid of Heights

2 – Still Waters

3 – Wreckage

4 – Bleed You Dry

5 – In the Evening (New Wave)

Membros da banda

Nicolas Costa –  Vocal e Guitarra

Alice – Baixo

Mickey – Bateria

Facebook Oficial

  • 7/10
    - 7/10
7/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish