Resenha: Green Day – Shenanigans (2002)

by Renan Soares

Imagino que esse é um álbum que a grande maioria de vocês nem sequer sabiam que existia, certo? Até mesmo aqueles que conhecem o repertório do Green Day com uma certa profundidade.

Certamente, o “Shenanigans” é um álbum o qual é conhecido mais pelos fãs mais fanáticos do trio Punk de Oakland, Califórnia. Lançado em 2002, o trabalho apresenta uma coletânea das chamadas b-sides, ou seja, músicas que nunca entraram em nenhum álbum, e que foram esquecidas até pela própria banda. As mesmas foram gravadas entre 1993 e 2002 (entre o “Dookie” e o “Warning”).

Eu particularmente, como fã fanático do Green Day que sou, tenho uma grande relação afetiva com esse álbum, principalmente por ele ter sido o primeiro que eu comprei da banda, mesmo que sem querer.

No caso, era o ano de 2004, e na época o Green Day estava estourando na MTV por conta do álbum “American Idiot”, sendo essa o álbum que eu estava procurando quando entrei na loja naquele dia. Mas infelizmente o mesmo estava em falta, e o único CD da banda que tinha lá era justamente o “Shenanigans”, que na época eu nunca tinha ouvido falar.

Como eu queria um CD do Green Day de qualquer forma, acabei comprando o Shenanigans de qualquer forma, e ao chegar em casa, o coloquei pra rodar no meu sonzinho que eu tinha no meu quarto, começando assim a conhecer o Green Day além dos singles do “American Idiot” que passavam na MTV.

Agora falando do álbum em si, ressalto que o mesmo é um prato cheio para aqueles que curtem o Green Day old-school (antes do “American Idiot”), pois por se tratar de músicas gravadas entre o “Dookie” e o “Warning”, boa parte das músicas apresentadas apresentam aquela pegada “Punk Raiz” presente em seus primórdios, principalmente em faixas como “I Want to Be On TV” (cover do Fang), “Scumbag”, “Don’t Wanna Fall In Love” e “Outsider” (cover dos Ramones).

Você encontra também as linhas do “Warning” em algumas músicas, que foi o primeiro álbum onde o Green Day experimentou uma mudança de sonoridade mais explícita, utilizando bastantes elementos acústicos. As faixas que exemplifico nesse caso são “Tired of Waiting For You” (cover do The Kinks) e “On The Wagon”.

De todas as faixas do “Shenanigans”, a única que conseguiu um destaque a mais na mídia foi a instrumental “Espionage”, que foi trilha sonora do filme “Austin Powers: O Espião Irresistível”.

Se me pedirem para dar alguns destaques pessoais, citaria primeiramente as duas primeiras faixas, “Suffocate” e “Desensitized”, que uma sequência com um bom “punch” para abrir o álbum, a “Do Da Da”, que tem uma cadência parecida com a “Redundant”, presente no álbum “Nimrod”, e a “Ha Ha You’re Dead”, que fecha o álbum em grande estilo.

No mais, você acompanha no “Shenanigans” um pouco das etapas que o som do Green Day passou antes de chegar no consagrado “American Idiot’, que foi o grande divisor de águas da carreira do trio.

Green Day – Shenanigans
Data de Lançamento: 02 de julho de 2002
Gravadora: Reprise Records

Tracklist

01 Suffocate
02 Desensitized
03 You Lied
04 Outsider (Ramones cover)
05 Don’t Wanna Fall In Love
06 Espionage
07 I Wanna Be On TV (Fang cover)
08 Scumbag
09 Tired of Waiting For You (The Kinks cover)
10 Sick of Me
11 Rotting
12 Do Da Da
13 On The Wagon
14 Ha Ha You’re Dead

Formação

Billie Joe Armostrong – vocal e guitarra
Mike Dirnt – baixo
Tré Cool bateria

  • 8.5/10
    Green Day - Shenanigans (2002) - 8.5/10
8.5/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish