Resenha: confiram como foi o “Rock Na Calçada” em Caruaru

by Renan Soares

Após o Rock na Calçada realizar sua primeira edição fora de Recife, mais em específico em Caruaru, em abril desse ano, no último dia 06 de outubro, o evento pegou a estrada mais uma vez para realizar mais uma edição no Metal Beer Bar, localizado no bairro de Riachão, na cidade conhecida como capital do Agreste pernambucano. 

Dessa vez, as bandas que fizeram parte do cast foram as recifenses Bettercup e Uglys Boys, e a caruaruense Visão Noturna. 

Antes de tudo, quero deixar registrado a presença em peso do público headbanger de Caruaru naquela noite no Metal Beer, pois desde às 18h haviam bastante pessoas no local tanto no lado de dentro, quanto no lado de fora do bar, e segundo relato que ouvi, aquele é o cenário normal de todo domingo no local. 

A maioria do público que estava lá não foi especificamente para ver o evento, e sim pelo rolê, até porque o Metal Beer é um dos poucos pontos voltados para o Rock/Metal na cidade, mas de qualquer forma, os mesmos acabaram vendo o evento por tabela, isso sem falar nas pessoas que passavam aleatoriamente do lado de fora, e paravam por um instante para curtir o som das bandas. E falo isso porque é importante que casas como essa tenham esse movimento constante, mesmo que não esteja ocorrendo evento no dia. 

Enquanto em Recife, capital de Pernambuco, a maioria dos eventos que tenho presenciado esse ano tem tido público em número pífio, Caruaru só nesse Rock Na Calçada se mostrou ser um ponto forte de resistência da música pesada não só no interior, mas em todo o Estado. 

Agora falando finalmente do evento, que para variar teve um atraso. A Bettercup estava prevista para subir ao palco do Metal Beer às 18h, mas o início da apresentação da mesma só ocorreu por volta de 19:40. 

A Bettercup trouxe para Caruaru todo a força e peso do seu Hard Rock, que junta linhas modernas e clássicas em seu som, tendo como principais características, além das fortes distorções de guitarra de Leeds Guedes e da pegada marcante da bateria de Henrique Costa, principalmente os constantes drives e rasgados da vocalista Larissa Moura. 

O grupo recifense, que já tem 10 anos de atividade, apresentou suas músicas autorais, e dois covers do AC/DC, sendo os mesmos das músicas “Highway To Hell” e “TNT”. 

A banda conseguiu levantar bem o público no Metal Beer, principalmente porque a música deles tem a fórmula perfeita para levantar os headbangers, ainda mais aqueles saudosistas dos estilos clássicos. 

A única coisa que falhou foi a equalização dos instrumentos, que fez que o som ficasse mais limpo sendo ouvido do lado de fora do bar, enquanto dentro do mesmo a guitarra acabava se sobrepondo até demais. Possivelmente, o fato dos amplificadores estarem virados para uma parede “ajudou” nesse ponto. 

Após mais ou menos 40 minutos, a Bettercup encerrou sua apresentação, e a área começou a ser preparada para o show da banda punk recifense Ugly Boys. 

O trio apresentou seu som que tem como referência as bandas clássicas de Punk e Ska dos anos 80, tendo tocado além do seu material autoral, também covers de bandas como Ramones, Sex Pistols e Misfits, tendo até versão da música “Three Little Birds” de Bob Marley. 

Não havia espaço para rodinha punk no local, mas mesmo assim, a vibe do show da Ugly Boys foi muito boa, tendo eles atraído bastante a atenção dos presentes no Metal Beer. E nessa apresentação, eles quebraram uma “maldição” pessoal que tinham comigo que era de todo show deles onde eu estava presente, algum problema técnico acontecia. 

De qualquer forma, tirando pelo fato de alguns momentos a guitarra do vocalista Geydson ter ficava mais baixa do que os outros instrumentos, a Ugly Boys fez um excelente show. 

Após as duas bandas recifenses do cast se apresentarem, era chegada a hora da atração da casa subir ao palco do Metal Beer, se tratando do grupo caruaruense Visão Noturna. 

O Visão Noturna apresentou no Metal Beer nove das onze músicas autorais que estão no seu álbum, com um som que puxa bastante para o lado do Pop Rock, percebendo-se muitas linhas musicais utilizadas por bandas como o Capital Inicial, por exemplo. 

Via-se que toda banda estava empolgada com a apresentação, principalmente o vocalista Luciano Santos, que pulava e tentava instigar o público constantemente. Vale registrar também que o fã clube da banda estava no Metal Beer em peso, e também o fato de um camarada que passava por ali aleatoriamente ter curtido tanto o som, que chegou a entrar e interagir com o Visão Noturna o show inteiro. 

Mesmo tendo menos peso em relação as duas bandas que os antecederam, o Visão Noturna levantou a galera, representando muito bem a cena do rock de Caruaru, que infelizmente ainda é muito esquecida por muitas pessoas, até mesmo dentro do Estado de Pernambuco. 

Por volta das 22:30, o Visão Noturna encerrava sua apresentação, fechando assim com chave de ouro a segunda edição do “Rock Na Calçada Na Estrada – Caruaru”, ainda com o público em peso no Metal Beer em plena noite de domingo. 

Antes de concluir o texto, mais uma vez quero parabenizar o Metal Beer pela iniciativa de manter um espaço onde os headbangers possam se sentir 100% em casa, pois até em Recife estabelecimentos assim estão em falta. E juro que eu poderia ir até Caruaru e voltar para Recife no mesmo dia só para ir no estabelecimento. 

A única coisa que chamo atenção em relação a casa é a questão do “palco” para as bandas tocarem, pois as mesmas ficaram em uma posição onde quem queria ver eles de perto tiveram que se espremer no corredor, em um ponto que atrapalhava a passagem dos garçons. Pelo que observei da casa, realmente é difícil escolher um outro ponto possível para isso, até mesmo por conta da planta do local que não favorece muito, mas acho que para melhorar ainda mais o ambiente vale a pena quebrar um pouquinho a cabeça para tentar solucionar isso. 

A produção do evento também está de parabéns, tudo funcionou direitinho, tendo toda a experiência do festival sido a melhor possível para todos os envolvidos. 

E por último, mas não menos importante, parabenizo o público de Caruaru que compareceu em peso ao Metal Beer, e provaram junto com a casa que o Rock/Metal também tem espaço na capital do Forró. 

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish