Resenha: Annihilator – Ballistic, Sadistic (2020)

by Flávio Farias

Estamos diante do mais novo play dos canadenses do ANNIHILATOR. “Balllistic, Sadistic”, o décimo sétimo da carreira e que encerra um jejum de três anos sem lançar um full-lenght, desde que “For the Demented” fora lançcado. E fomos dar uma conferida, já com a certeza de que viria coisa boa.

E o faz tudo Jeff Waters entrou no “Watersound Studios”, localizado em Durham, Reino Unido, Ele gravou os vocais, as guitarras e o baixo, além de ter sido o responsável pela produção e de ter atuado na engenharia de som. Na sua companhia, o baterista Fabio Alessandrini. Vamos colocar o play para rolar e destrinchar cada uma das dez faixas deste play:

Armed to the Teeth” é um Thrash Metal técnico ao extremo, com riffs intrincados e com muito vigor, mostrando que a banda de Jeff Walker está de fato, armada até os dentes, que o leitor me perdoe o trocadilho infame. Excelente início.

The Attitude” começa densa, mas logo ela descamba para o Thrash Metal rápido e técnico que não o ANNIHILATOR sabe fazer. E aqui o pescoço do ouvinte é desafiado. Tente ficar um segundo sem banguear durante essa música. É impossível. “Psycho Ward” é carregada de influências do bom e velho TESTAMENT. É aquela música em que há poucas mudanças nos riffs, que vão se repetindo durante um determinado trecho e com direito a uma passagem com muita melodia, sobretudo no solo.

I am Warfare” é rápida e ao mesmo tempo moderna, podemos dizer que aqui o flerte é com o Thrashcore, com algumas mudanças no andamento, mas aqui, velocidade é a palavra de ordem. “Out with the Garbage” chega e a banda mantém o pé no acelerador, onde as palhetadas ditam o ritmo em uma música alucinante e um solo com muita atmosfera. O nível do álbum está no alto.

Dressed up for Evil” tem riffs que hipnotizam o ouvinte, aliados a modernidade do som que faz desta música ser excelente como todas as anteriores. E tome mais um solo melódico aqui, antes de emendar com outro solo rápido e um dedilhado no baixo. Isso é sensacional. “Riot” começa bem sombria e ao mesmo tempo relativamente rápida e pesada. Assim ela vai se desenvolvendo, com direito a outra pitada de atmosfera em um certo trecho e um solo pra lá de caprichado.

É difícil escolher a melhor música deste play, mas ainda assim, arriscarei a faixa que segue, “One Wrong Move”. Com seus riffs pesadíssimos no início, alternando com partes rápidas e muita, mas muita técnica. Uma música bem complexa, que do nada, tudo para e entra uma guitarra sem distorção e bastante harmonia, para um retorno triunfal com riffs a lá BLACK SABBATH e a correria encerrar a faixa de maneira épica.

Lip Service” é uma faixa mais Old-School, em que a técnica reina. Aqui os caras tiraram bem o pé do acelerador e apostaram mais na técnica, tendo como resultado uma música bem divertida. A rápida e técnica “The End of the Lie” fecha o álbum com chave de ouro. Como todo virtuoso que se preza, Walker arrumou um espaço para uma quebrada no andamento e mostrar como ele domina a arte de compor e tocar. E nos deixa com gostinho de quero mais.

Em 45 minutos temos um álbum sensacional, que beira a perfeição, e a não ser que a humanidade seja dizimada pela pandemia do novo Coronavírus, este será o melhor álbum deste ano. Tudo aqui é digno de elogio: riffs, peso, velocidade, complexidade, produção, timbre dos instrumentos. E 75% disso tudo deve-se a essa fera chamada Jeff Walker. Não vai levar nota 10, mas vai chegar bem perto disso.

Annihilator – Ballistic, Sadistic
Data de lançamento – 24/01/2020
Gravadora – Silver Living Music/Hellion Records

Tracklisting:
01 – Armed to the Teeth
02 – The Attitude
03 – Psycho Ward
04 – I am Warfare
05 – Out With the Garbage
06 – Dressed up for Evil
07 – Riot
08 – One Wrong Move
09 – Lip Service
10 – The End of the Lie

Lineup:
Jeff Walker – Vocal/ Guitarra/ Baixo
Fabio Alessandrini – Bateria

Special Guests:
Aaron Homma – Guitarra solo em “Out With the Garbage
Angle Waters – Vocal em “Psycho Ward
Charlie Waters – Vocal em “Psycho Ward
Ruby Waters – Vocal em “Psycho Ward”
John Gallager – Backing Vocal
Kat Shevil Gillham – Backing Vocal

  • 9/10
    Annihilator - Ballistic, Sadistic (2020) - 9/10
9/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish