Obituary: 28 anos de “The End Complete”

by Flávio Farias

Em 21 de abril de 1992, o OBITUARY lançava o seu terceiro álbum de estúdio: e “The End Complete” é o último álbum da primeira fase da banda, tido por muitos como o “último bom álbum” dos caras. Exageros à parte, apesar de ser um mexcelente disco, a partir do sucessor, a banda navegaria em outros mares.

O aniversariante de hoje é um dos discos de Death Metal mais vendidos no mundo, com uma marca de 150 mil cópias vendidas nos Estados Unidos e mais de 250 mil no restante do mundo. É uma marca impressionante se levarmos em conta que estamos falando de uma banda de Metal extremo, o que valoriza ainda mais este play.

A banda vinha de dois excelentes álbuns e este também se configuraria como parte da “Santíssima Trindade”. Para isso, a banda se juntou novamente no “Morrisound Recording”, em Tampa, Flórida, na companhia do companheiro de sempre, Scott Burns, com uma sutil diferença: desta vez, Burns não assinaria sozinho a produção; ele dividiria os créditos com toda a banda. Vamos destinchar cada uma das nove faixas contidas neste clássico;

O disco abre de maneira sensacional com a clássica “I’m in Pain”, que começa arrastadona antes da entrada do vocal de John Tardy, e logo depois o pau come na casa de Noca e essa é uma música para você entrar em um mosh sem pensar no amanhã.

A pedrada sonora continua com a veloz “Back to the One”, ainda que no meio os caras reduzam a velocidade e coloquem aqueles riffs arrastados e nervosos, típicos do OBITUARY. E aqui temos uma ótima performance de Donald Tardy. Música obrigatória nos shows da banda até os dias atuais.

Dead Silence” chega pesada, sorrateira, arrastada, densa e com ótimos riffs de Trevor Peres, com Allen West incluindo solos pra lá de trabalhados e em um momento breve a música ganha velocidade, o suficiente para abrir um mosh mesmo que dure menos que um minuto. Excelente.

In the End of Life” é ótima, arrastada em boa parte de sua duração, se tornando veloz como a luz durante o solo e terminando como começou. É música para se bater cabeça do início ao fim.

Sickness é  nervosona e ao contrário das duas anteriores. É rápida, com algumas inserções de andamento mais arrastado. Outra excelente música.

Se você está no vinil, é hora de virar a bolacha e a primeira faixa do lado B é “Corrosive”, que traz a veia arrastada e nervosa de volta, com destaque para os vários riffs excelentes que a dupla Trevor Peres e Allen West nos brindam em outra canção acima da média.

Killing Time”, com sua intro que dura metade da música impressiona pela simplicidade e qualidade. Ela começa arrastada e depois fica rápida, repetindo a fórmula que eles usaram e abusaram neste play, sem que isso soasse repetitivo.

A faixa titulo tem bastante Groove durante boa parte de sua duração e ganha um trecho de velocidade plena, terminando com riffs arrastadões. Se não for assim, não é OBITUARY, certo? Essa é a fórmula dos caras e dá certo.

Rotting Ways” fecha o álbum trazendo de volta os riffs nervosos de Trevor Peres, que são simples, mas ao mesmo tempo caprichados e pesados na medida certa. E como não pode deixar de ser, a música fica rápida no meio, incluindo dois solo à velocidade da luz, em que Allen West deixa um ótimo registro e o final, novamente os riffs abafados e arrastados.

Em um disco relativamente curto, 36 minutos para ser exato, temos uma banda coesa, certa do que está fazendo, nos apresentando um disco direto, pesado e digno da admiração de todos os fãs de Death Metal. Um disco obrigatório na sua coleção, caso você seja admirador do estilo. A banda incluiria outros elementos a partir do seu sucessor, mas isso é história para uma outra oportunidade. Hoje é dia de celebrarmos essa data, desejar uma longa vida ao nosso querido “Bitu” e não se esqueça, siga as recomendações da OMS e fique em casa. De preferência, escutando esse álbum no talo e lendo os conteúdos que nós da ROADIE METAL, A VOZ DO ROCK preparamos para você.

The End Complete – Obituary
Data de lançamento: 21/04/1992
Gravadora: Roadrunner Records

Tracklisting:
01 – I’m in Pain
02 – Back to One
03 – Dead Silence
04 – In the End Of Life
05 – Sickness
06 – Corrosive
07 – Killing Time
08 – The End Complete
09 – Rotting Ways

Lineup:
John Tardy – Vocal
Donald Tardy – Bateria
Trevor Peres – Guitarra
Allen West – Guitarra
Frank Watkins – Baixo

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish