Mofo: em música, banda diz “a população não pode deixar o Estado mandar nela, a gente que tem que mandar no Estado”, saiba mais e escute “Eternal Stealing of Souls” acessando a matéria

by Gleison Junior

Enquanto o novo álbum de estúdio do Mofo não chega ao mercado, o grupo apresenta como funciona suas ideias e o que a temática lírica do grupo, busca explorar. A música “Eternal Stealing of Souls”, faixa de abertura do EP “Empire of Self-Reggard”, fala sobre os homens no poder, ou assassinos em massa, que usam o estado como sua arma letal.

O vocalista do Mofo, Emiliano Gomes, explica a dera, mas realista letra de “Eternal Stealing of Souls”: “Essa letra é sobre o ser humano dominador, assassino de outros seres humanos e como na idade atual o Estado também é um braço dominador.

Acontece de relevarem merdas porque foi feito pelo Estado, e o Estado é bonzinho, nhe nhe nhe… O Estado não é bonzinho, ele pode muito bem fazer merda propositais contra a população, assim como um ditador, um imperador, qualquer outro meio de governo…

Então, a população não pode deixar o Estado mandar nela, a gente que tem que mandar no Estado, ele tem que suprir as nossas necessidades e nunca o contrário”.

Executando um Thrash Metal preciso e visceral, o Mofo é uma das revelações do estilo, que rapidamente vem se tornando um fenômeno no país. Letras inteligentes, riffs rápidos e pesados e uma cozinho precisa, incrementados por um vocal forte e poderoso, credenciam essa como uma das mais incríveis bandas do estilo.

Escute o EP “Empire of Self-Reggard” na integra pelo Spotify:

MOFO É FORMADO POR:
Emiliano Gomes – vocal
Arthur Colonna – guitarra
Rodrigo “Shakal” – guitarra
Pedro Dinis – baixo
João Paulo “Mancha” – bateria

 MAIS INFORMAÇÕES:

Facebookhttps://www.facebook.com/mofothrash/

Roadie Metal Presshttp://roadie-metal.com/press/mofo/

Instagram: https://www.instagram.com/mofothrash/

Youtubehttps://www.youtube.com/mofothrash

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish