Michael Amott presta homenagem ao disco ‘Hell Awaits’ pelo 35º aniversário

by Giovani R. Turazi

O guitarrista do Arch Enemy, Michael Amott, prestou homenagem ao segundo álbum clássico do Slayer, “Hell Awaits“, que comemorou seu 35º aniversário na semana passada. Na sexta-feira (27 de março), Amott foi ao seu Instagram para compartilhar uma foto dele segurando uma cópia em vinil de “Hell Awaits” e incluiu a seguinte mensagem: “Que banda, SLAYYEERRRR !!! Li em algum lugar que o “Hell Awaits” do Slayer faz 35 anos hoje! Eu acho muito legal ainda ter minha cópia em vinil que comprei quando ela saiu. Lembro-me de ter deixado cair a agulha pela primeira vez na casa dos meus pais e a introdução soou tão malvado e ameaçador … Fiquei extremamente impressionado. Avancei vários anos para 2003 e minha banda ARCH ENEMY está em turnê com o SLAYER com esta formação clássica original – e tocam ‘At Dawn They Sleep’ , ‘Necrophiliac’ e ‘Hell Awaits’ todas as noites! Além disso, Kerry King me mostrou como tocar os riffs na faixa-título corretamente. Às vezes, sonhos de metal se tornam realidade, crianças! #SLAYER #HELLAWAITS “

Em 2011, Amott disse ao site do Sonisphere que Slayer era a banda “Big Four” que mais significava musicalmente para ele: “Eu cresci ouvindo todas as quatro bandas” – referindo-se a Slayer, MEtallica, Megadeth e Anthrax – “e gostei muito de todos os seus primeiros álbuns e eles me ajudaram a me transformar no músico que sou hoje. No entanto, o Slayer é a banda que toca consistentemente metal extremo e mantém vivo o espírito do thrash”.

No outono de 2018, Amott revelou que ele tinha começado o processo de composição para o álbum ‘Will to Power”, do Arch Enemy. Lançado em 2017, esse disco marcou o segundo álbum do Arch Enemy desde a saída da cantora de longa data Angela Gossow e a adição de Alissa White-Gluz. Foi também o primeiro disco do Arch Enemy a apresentar o ex- guitarrista do Nevermore, Jeff Loomis, que se juntou à banda no final de 2014.

“Will To Power” foi lançado pela Century Media Records e co-produzido por Amott e pelo baterista Daniel Erlandsson, o disco foi mixado e masterizado pelo colaborador de longa data e amigo Jens Bogren ( Opeth, The Gates, Dimmu Borgir). A arte da capa do disco foi projetada por Alex Reisfar.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish