Megadeth entra no estúdio para gravar novo álbum

by Marcos Gonçalves

O Megadeth entrou em um estúdio em Franklin, Tennessee, para começar a gravar as faixas para o sucessor do álbum “Dystopia” de 2016.

Ontem, a banda twittou uma série de fotos do estúdio, juntamente com a seguinte legenda: “Começou #megadeth16

As sessões do Megadeth para o novo disco estão sendo co-produzidas por Chris Rakestraw, que trabalhou anteriormente em “Dystopia“.

Em uma entrevista recente com a estação de rádio de Detroit, WRIF, o líder do Megadeth, Dave Mustaine foi perguntado se o processo de composição da banda mudou desde que ganhou um Grammy por “Dystopia” ou se está “a todo vapor como sempre“. Mustaine respondeu: “Bem, eu gostaria de pensar a todo vapor, como de costume, mas, para ser honesto, no fundo da minha mente, eu continuo dizendo: ‘Desde que seja tão boa quanto ‘Dystopia‘, nós ‘vamos ser seguros. Então esse é o acordo. E o problema é que é um acordo grande’“.

Na época do bate-papo do WRIF em março, Mustaine disse que ele tinha oito músicas escritas para o próximo disco do Megadeth, e ele expressou a esperança de que os outros membros da banda também contribuíssem. “Espero conseguir muita música de músicos diferentes, porque todos eles têm algo ótimo para oferecer“, disse ele. “Quando tudo está dito e feito, nós transformamos as músicas para a gerência, e todos nós demos uma olhada nas faixas, e geralmente todos nós decidimos quais músicas são as melhores músicas para estar lá.

O próximo LP do Megadeth será o primeiro a apresentar o baterista Dirk Verbeuren (ex-Soilwork), que se juntou à banda há quase três anos.

Dystopia” foi o primeiro álbum do Megadeth com o guitarrista Kiko Loureiro, que antes era conhecido por seu trabalho com o Angra.

Em março, o Megadeth lançou uma retrospectiva de carreira de 35 faixas chamada “Warheads On Foreheads“. A antologia abrange toda a carreira de gravação de estúdio da banda, desde o seu primeiro álbum, “Killing Is My Business… and Business Is Good“, até “Dystopia“.

O Megadeth conseguiu seu primeiro Grammy em 2017, quando a banda levou para casa o troféu de “Melhor Performance de Metal” pela faixa título de “Dystopia“.

Dystopia” marcou a décima segunda nomeação ao Grammy na categoria “Metal” (incluindo indicações na categoria “Melhor Hard Rock / Metal Performance“).

Fonte: Blabbermouth

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish