Lista: 10 bandas que cantam em alemão

by Renan Soares

Começo esse texto fazendo uma pergunta para você, leitor. Quantas bandas você ouve que não cantam nem em inglês e nem em português?

Atualmente, o inglês é considerado como a língua mundial, você pode estar em qualquer lugar do mundo, se você souber pelo menos inglês já consegue se desenrolar, mesmo sem saber a língua local.

E isso se reflete também na música, e principalmente no metal, onde encontramos bandas de várias localidades que optam por cantar em inglês do que em sua língua nativa.

Mas claro, existem algumas exceções de bandas que cantaram em sua língua nativa, e conseguiram vender seu som para fora do seu país natal, e a maioria desses seletos exemplos você encontra na Alemanha.

Por isso, listarei aqui 10 bandas de rock/metal da Alemanha que cantam em alemão, e que ainda assim conseguiram ter destaque (cada um em suas devidas proporções) fora do seu país.

Lembrando que citarei aqui apenas bandas que cantem grande parte das suas músicas em alemão, ou seja, aquelas bandas alemã que tem 99% da sua letra em inglês, e duas ou três em alemão, não serão inclusas.

Knasterbart

Vamos começar com um Folk Rock pirata do Knasterbart, grupo formado em 2012, e que possui uma temática e visual vem medieval, para você que gosta de tomar uma cerveja e bom rum em um copo de chifre.

Confiram:

Feuerschwanz

Seguindo na pegada Folk Medieval, mas agora mais puxada para o metal, temos os irreverentes da Feuerschwanz.

O grupo existe desde 2004 apresentando uma temática e um cenário da idade média de uma forma bem humorada na maioria das vezes (vocês já percebem esse bom humor quando ver que a tradução do nome da banda é “rabo de fogo”).

O Feuerschwanz possui 9 álbuns de estúdio lançados, tendo o último, intitulado “Das Elfte Gebot”, sido lançado recentemente.

Confiram:

Maerzfeld

Se tem um estilo que você encontra bastante na cena da Alemanha é o Metal Industrial, e temos aqui o nosso primeiro exemplo (de vários) da nossa lista, se tratando da Maerzfeld.

A banda foi formada em 2004 sob o nome de Stahlzeit, tendo assumido o atual nome em 2009. E é interessante mencionar que o grupo começou sendo banda cover do principal nome do estilo na Alemanha, o qual iria citar daqui a pouco.

Confiram:

Megaherz

Essa é mais uma representante do Metal Industrial alemão (mais especificamente daquilo que chamamos de Neue Deutsche Härte), apesar de no início seu som ter sido mais característico daquilo que chamam de Dark Alternative Metal.

Independente desses detalhes, a Megaherz é um dos grupos mais antigos do estilo na Alemanha, tendo sido formado em 1993. E a saída de um dos seus fundadores em 2003 acabou sendo essencial para a formação da próxima banda que citaremos.

Confiram:

Eisbrecher

A saída do vocalista Alexx Wesselsky do Megaherz em 2003 acabou resultando na criação do Eisbrecher no mesmo ano, cuja a sonoridade se assemelha bastante a da ex-banda de Alexx, com a junção do peso das guitarras com a parte eletrônica do Insdustrial.

Confiram:

Oomph!

O Oomph! foi nada mais, e nada menos, do que o pioneiro do “Neue Deutsche Härte”, e também uma das primeiras bandas alemãs que canta na língua nativa a fazerem sucesso fora do país.

O trio formado por Dero Goi, Robert Flux e Andreas Crap se destacou não só pelo seu som, mas também pela sua excentricidade, não só na forma em que se apresenta, mas também em suas temáticas bizarras.

E como se não bastasse, eles serviram de inspiração para o surgimento de um dos principais nomes do metal na Alemanha, que será citado logo a seguir.

Confiram:

Rammstein

Imagino que o Rammstein dispensa maiores apresentações, né?

É nada mais, e nada menos, do que a banda mais mundial popular da Alemanha que canta em sua língua nativa, que chama a atenção pelas suas bizarrices (que são inúmeras) e pelos seus efeitos pirotécnicos ousados ao vivo.

Confiram:

Lindemann

Já que falamos no Rammstein, vamos falar também do Lindemann, projeto do vocalista Till Lindemann com Peter Tägtgren, do Hypocrisy e do Pain.

Tudo bem que o primeiro álbum da dupla (Skills And Pills) foi todo em inglês, mas como no álbum seguinte (F & M) ele fizeram todas as letras em alemão, a presença deles nessa lista acaba ficando válida.

Confiram:

Die Kreatur

Das bandas citadas nessa lista, o Die Kreatur é o mais caçula, se tratando o mesmo de um projeto paralelo dos vocalistas Dero Goi (Oomph!) e Chris Harms (Lord of the Lost).

Tanto o projeto, quanto o seu primeiro álbum (Panoptikum), foram lançados exatamente esse ano.

Confiram:

Lacrimosa

Para encerrar nossa seleção, vamos falar de um dos nomes mais relevantes do metal gótico alemão, se tratando esse do Lacrimosa, formado pela dupla Tilo Wolf e Anne Nurmi.

Em seu som, o Lacrimosa junta o metal com características da Música Clássica, deixando sempre uma atmosfera sombria em sua música, coisa que acaba sendo acentuada pelo forte sotaque de Tilo.

Confiram:

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish