O quadro “Heavy Metal Pelo Mundo” está de volta, e hoje, falaremos um pouco sobre um país muito querido, e um ponto turístico muito requisitado pelos brasileiros, o Chile.

Localizado no extremo Oeste da América do Sul, o Chile é um país rico em história. Com uma condição geográfica diferenciada em termos de dimensões e formas, o Chile é um extenso e estreito país, formado por 16 regiões. Colonizado pelos espanhóis em meados do século XVI, que consequentemente fundaram a capital Santiago, o país teve sua independência declarada em 1818 após um longo período de guerras.

O idioma oficial é o espanhol, apaixonados por futebol, e com catolicismo como religião predominante, o país possui 16 igrejas tombadas como Patrimônio Histórico pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). A Independência do Chile é comemorada nos dias 18 e 19 de setembro, com grande mobilização de eventos por todos os cantos do país. Outra característica marcante deles, são seus tradicionais vinhos, conhecidos em todo o mundo.

O povo chileno, que foi vítima de um regime ditatorial entre os anos de 1973 e 1990, praticamente não tinha acesso às bandas de Metal. Sem muitos recursos financeiros disponíveis, poucos conseguiam formar uma banda, e menos ainda, tinham possibilidade de tocar ao vivo. Neste ínterim, a cena Heavy Metal ficou praticamente estagnada por lá. As poucas bandas que apareciam, eram formadas pela alta sociedade que tinha além de poderio financeiro, a possibilidade de viajarem pelo mundo e trazer ao país em um primeiro momento, algo mais voltado para o Heavy Metal Tradicional/Hard Rock, e bandas como Feedback, Chronos e Turbo foram as primeiras a despontar com um pouco mais de força. Destas, apenas o Turbo encerrou as atividades.

Não demorou muito e a cena mais extrema despontou de vez. Bandas como Massacre (atualmente, “Massakre”), Pentagram e Necrosis, foram o estopim para o movimento.

Feedback – “Fuego” (2012)
Chronos – …A Donde Vás (1989) – Íntegra
Turbo – Turbo Pesado (1987) – Íntegra

O Pentagram apesar de ser, possivelmente, o nome mais conhecido dentre estes, veio gravar seu até agora único álbum de estúdio apenas em 2013, o petardo “The Malefice”. Até então, a banda havia gravado apenas demos e alguns registros ao vivo. Uma mistura precisa de Doom e Thrash Metal, que vale a pena conhecer.

O Necrosis é outro nome importante, tendo gravado 5 álbuns (o primeiro em 1988), mas que infelizmente encerrou suas atividades, recentemente, em 2017. Com um Thrash moderno cheio de groove, essa foi a terceira vez que se separaram.

Massacre – “Altazor” (Demo – 1986) – Íntegra
Pentagram – “The Malefice” (2013) – Íntegra
Necrosis – “The Ovalo Prison” (2015)

Felizmente, a leva atual de bandas está excelente! Listo abaixo algumas bandas da atual safra que vale a pena conhecer:

Undercroft

Na ativa desde 1993, este é outro nome valioso da cena underground chilena, o Death Metal cru e brutal do Undercroft já cruzou fronteiras e hoje a banda é radicada em Hamburgo, na Alemanha. Não deve nada a outros grandes nomes do estilo. Seu mais recente trabalho é “The Seventh Hex” (2017).

Undercroft – “Sing the Die Song” (2017)

Lefutray

Fundada em 2005 na capital Santiago, o som do Lefutray é uma misto de Death, Thrash, Hardcore, tendo todos os ingredientes que formam uma banda de renome. Seu mais recente álbum é “Human Delusions” (2019).

Lefutray – “Labyrinth” (2019)

Dekapited

Com apenas 1 álbum lançado e na ativa desde 2006, o Dekapited é puro Thrash Metal com letras em espanhol. Trata-se uma banda crua e veloz, tendo bandas como Exodus como inspiração.

Dekapited – “Nacidos Del Odio” (2015)

Perversor

Aqui um legítimo representante do Metal Negro, é uma opção diferente para quem curte bandas como Gorgoroth, Darkthrone, Dark Funeral, só pra citar algumas. Seu mais recente trabalho é Umbravorous (2018). Gélido, brutal e satanista, são bons adjetivos pra definir o Perversor.

Perversor – “Alcoholic Aggressor” (2008)

Mourning Sun

Nem só de pancadaria extrema vive o metal chileno. O Mourning Sun tem uma linha que remete ao Doom Metal com passagens sinfônicas. Um trabalho musical complexo, ideal para fãs de bandas como The Gathering, Draconian e Opeth. Seu único trabalho completo de estúdio é “Último Exhalario” (2016).

Mourning Sun – “Vía mística del fin” (2017)

Torturer

Na ativa desde 1989, temos aqui outro representante do Metal Extremo. Seu mais recente trabalho de estúdio, Conjuro IV (2017) é daquelas obras curtas e marcantes, com riffs e mais riffs que formam uma perfeita sintonia entre o Death e o Thrash Metal.

Torturer – Conjuro IV (2017)
Torturer – “Fucking Bastard” (2017)

Forahneo

Também formada na capital Santiago, a banda lançou seu único trabalho até o momento, o excepcional “Perfidy” tendo como líder e fundador, Eduardo Jarry que nasceu e vive em Santiago, porém cresceu no Brasil, mais precisamente na capital da Paraíba, João Pessoa. Em “Perfidy”, Jarry atuou como guitarrista, porém com a saída do vocalista, Tito Merlin (ex-Undercroft), agora assumiu também os vocais, para o próximo álbum.

Forahneo – “Black the Day” (2015)

Todos nós sabemos o quanto os fãs sulamericanos são apaixonados por Heavy Metal. Tive a oportunidade de ir a um show do Iron Maiden no Chile, e fiquei atônito de ver a devoção do povo. O próprio Iron Maiden registrou a turnê do álbum “The Final Frontier” (2010), com o álbum ao vivo/DVD “En Vivo” lançado em 2012. No vídeo abaixo, a clássica “Dance of Death” ilustra um pouco dessa devoção dos headbangers locais, além de fãs de todos os cantos das Américas. E pensar que em 1992, a banda foi impedida de tocar no país, devido à intervenção da Igreja Católica que acusava a banda de satanismo.

Iron Maiden – “Dance of Death” (2011)

Evidentemente, que abordamos aqui uma pequena amostra do que há pelo encantador país, que é o Chile. Sempre aberto a turistas, especialmente brasileiros que são sempre muito bem recebidos por lá, o país tem uma linda história de amor com a música pesada.

Encerramos aqui, na próxima sexta feira, o redator Bruno Rocha trará mais um capítulo desta sessão da Roadie Metal. Forte abraço a todos!

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish