Especial Andre Matos: após um ano, sua partida ainda deixa corações órfãos, mas reforça e eterniza o seu legado

by Jéssica Alves

Dia 8 de junho de 2019, a maior voz do heavy metal brasileiro se calou, após uma parada cardíaca. Aos 47 anos anos, Andre Matos deixou um poderoso legado, se firmando como um dos gigantes do metal mundial.

Talento precoce, que iniciou no canto com apenas 13 anos, além da belíssima voz, Andre se destacou como um grande compositor e multi-instrumentista, fora o dom para ser maestro e a sensibilidade de conseguir extrair a beleza musical em diversos ritmos.

Há exato um ano, milhares de fãs e músicos se despediam com uma amarga surpresa, surgida como um boato que ninguém queria acreditar, mas logo se confirmou a verdade. E que muitos demoraram para digerir.

Mas a morte é algo inevitável e infelizmente nem os nossos maiores ídolos estão imunes. “Voe, voe para as estrelas/Alcance-as no alto/ Traga de volta as respostas da noite/ Role com as nuvens/Cante com os pássaros/Porque um dia vamos ter de dizer adeus!” já diz a letra de For Tomorrow do Shaman, um dos clássicos compostos por Matos.

A despedida ainda deixa corações órfãos, mas reforça e eterniza o grande legado de Andre Matos. Um ano após sua partida, é nítido o quanto ele influencia e deixou sua marca no heavy metal.

Influência

Que fã de metal no Brasil, especialmente os que cantam ou tocam, não se inspirou em alguma obra de Andre Matos? Seja no Viper, Angra, Shaman, Symfonia, carreira solo ou as participações, como no Avantasia, dificilmente você verá alguém que não tenha se encantado com pelo menos uma música com o toque de mestre dele ou a sua voz suave e forte ao mesmo tempo.

Muitos podem não ser fãs do Andre, mas negar sua importância e seu diferencial no metal brasileiro e mundial é praticamente impossível. Do heavy ao black metal, todos sentiram o impacto de sua perda.

As suas letras eram ricas em belas poesias, delicadeza e arte. Um artista completo que compartilhava com sua música a visão que tinha do mundo. E que inspirou jovens de várias gerações, que tiveram contato com Andre em tempos diferentes.

Vida e Obra

A repercussão da despedida de Andre Matos ainda é gigante nas redes sociais. Fãs relembram momento de encontros, shows e momentos de bastidores do astro do heavy metal. A vida e a obra de Andre é relembrada e divulgada em vários formatos.

Uma das homenagens feitas a Andre em breve será a sua biografia, que contará com depoimentos inéditos de amigos, fãs e músicos, além de fotografias com acervo dos familiares. Uma obra muito aguardada pelos fãs.

600

Dia do Metal

A data de morte de Andre Matos foi usada como homenagem ao músico na cidade de São Paulo e no estado do Paraná como, respectivamente, o dia municipal e estadual do Metal.

A ideia surgiu após fãs criarem petições, em vários estados para que a data fosse decretada em homenagem ao músico brasileiro. Pode parecer um gesto simples, mas que engrandece a importância que Andre Matos teve no metal brasileiro.

Inusitada homenagem

Até na biologia, Andre Matos influenciou. A cientista, Cristina Anne Rheims, do Instituto Butantan descobriu e nomeou quatro destes aracnídeos em homenagem a astros do rock. Um deles foi o maestro brasileiro. A aranha foi nomeada de Extraordinarius andrematos.

Em entrevistas, Cristina explicou a inusitada homenagem. “Os nomes dessas espécies são em homenagem a pessoas que, de alguma forma, são extraordinárias, no meu ponto de vista”, ressaltou.

Reconhecimento dos fãs

Repetir o quanto Andre era genial na música é chover no molhado. Mas tanto conhecimento artístico não tirava a característica mais ressaltada por fãs, músicos e jornalistas. A humildade, educação e atenção a todos, de forma exemplar. Era difícil não gostar de Andre.

Já vivi esse momento e também escutei várias histórias que reforçam o quanto Andre era grato a seus fãs, e retribuía o carinho e admiração. Muito educado, atencioso, gentil e apaixonado pelo que fazia.

Não nos despedimos apenas de um grande músico. Nos despedimos de uma referência, como artista e também como ser humano. De sensibilidade única que com certeza não será esquecida. O homem se foi, mas o legado segue vivo e mais forte.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish