É oficial: A “The Stadium Tour” do MÖTLEY CRÜE, DEF LEPPARD e POISON foi adiada para o verão de 2021.

by Eduardo Muralha

MÖTLEY CRÜE, DEF LEPPARD, POISON e JOAN JETT & THE BLACKHEARTS oficializaram o adiamento de sua turnê “The Stadium Tour” para o verão de 2021.

Hoje cedo, as quatro bandas expediram a seguinte declaração: “Nós queríamos continuar o comunicado com os nossos fãs e atualiza-los com uma informação válida, assim que ela se fizesse disponível. A decisão oficial feita foi a de mudar todas as datas norte americanas da Stadium Tour para o verão de 2021. As novas datas da Stadium estão sendo remarcadas, os ingressos serão honrados para as datas postergadas e as informações de reembolso estarão disponíveis em breve. Fiquem ligados, se cuidem e nos vemos ano que vem.”

A “The Stadium Tour” estava marcada para dar início em menos de três semanas — Em 18 de junho no TIAA BANK Field em Jacksonville, Florida — e rodar até 5 de setembro, em Los Angeles. As bandas disseram também, que teriam horário agendado no VyStar Memorial Arena em Jacksonville para os ensaios da turnê.

Até o dia 30 de janeiro, a “The Stadium Tour” já havia arrecadado 130 milhões de dólares de 1 milhão de ingressos vendidos, mais outros 5 milhões ganhos de assentos VIP, de acordo com a Billboard.

Os ingressos variavam de R$ 150 á R$ 400, sem contar alguns preços variados que refletiam na demanda como parte de um “preço dinâmico”.

Quando isso acontecer, a “The Stadium Tour” marcará a primeira data ao vivo do CRUE desde a sua turnê de despedida em 2014/2015. O CRUE excursionou com o POISON em 2011 e o DEF LEPPARD se uniu ao POISON para algumas datas em 2017 — Porém as datas vindouras marcam a primeira vez que às quatro bandas caem na estrada para uma turnê extensa.
Com a realidade da pandemia do coronavírus, milhares de shows e festivais foram também postergados ou cancelados, no que a quarentena e o isolamento social fazem as performances ao vivo e o comparecimento a shows quase impossíveis.

No mês passado, a Joan Jett disse durante uma entrevista virtual a SiriusXM, que ela “não se sentiria confortável” tocando em estádios durante a pandemia do coronavírus. “Eu não me sentiria confortável, colocando a minha banda ou equipe nessa posição”, ela disse. “Eu não tenho o direito de estragar a vida deles desse jeito.”

“Não estou dizendo que é uma decisão fácil”, explica ela. “Eu sei que as pessoas estão lutando por todo o país com o que fazer e como fazer.”

“Com certeza quero tocar, o mais breve que pudermos, vamos pensar uma forma de fazê-lo. Ouvi dizer que há algumas ideias de drive-in, como o drive-in de filmes, onde você pode ver o show e ainda estar dentro do seu carro. È um passo, e é um passo que eu gostaria de tomar. Mas ainda não é de pessoas juntas, e isso ainda vai levar um tempo.”

“Quando as pessoas se sentirem seguras em estar juntas, penso que sentiremos o mesmo”, ela adiciona “Eu não posso fazer decisões pelas pessoas, se as coisas estivessem seguras, eu estaria lá. Porém, obviamente com testes e todas essas coisas, e eu fiz os meus, só que você teria que continuar fazendo.”

O vocalista do POISON, Bret Michaels concordou, falando ao ARIZONA REPUBLIC, que ele estará pronto para os shows quando receber o sinal verde das autoridades. “Saúde em primeiro lugar”, ele disse. “A saúde dos fãs, da equipe técnica e de todas as pessoas trabalhando no local e dos socorristas é que vem primeiro. Se a CDC (Centers of disease Control and prevention / Centro de controle de prevenção de doenças) disserem para ir, estarei lá, pronto para agitar, e se não, então não acabou. Está apenas adiado, essas datas estavam praticamente todas vendidas, adicionamos uma data em Fenway, penso que em Jacksonville foi rápido. Milwaukee foi a venda mais rápida que eles já tiveram, foi algo de 43 minutos.”

Mais de 6,2 milhões de casos do coronavírus foram reportados em todo mundo, e mais de 372,000 mortes, colocando a saúde pública e os serviços de emergência sob pressão.

As autoridades americanas têm pedido repetidamente para se atentarem no que os governos federais, estaduais e municipais estão pedindo e reduzir a disseminação e diminuir o impacto do vírus na população.

Fonte: Blabbermouth

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish