Diretor de “Pink Floyd – The Wall” e “Fama”, Alan Parker morre aos 76 anos

by Jéssica Alves
Alan Parker

Morreu nesta sexta-feira (31) aos 76 anos, o renomado cineasta inglês Alan Parker, que dirigiu grandes obras no cinema, como “Pink Floyd – The Wall” (1982), “Fama” (1980), “Evita” (1996), “O Expresso da Meia-Noite” (1978) e “Mississipi em Chamas” (1998).

Segundo a imprensa internacional, a família afirmou que Parker morreu após sofrer anos com uma doença, que não foi informada.

Parker foi indicado duas vezes ao Oscar de Melhor Diretor, e também para o Bafta e Globo de Ouro. Suas obras foram premiadas com 10 estatuetas. Ele foi o fundador do Sindicato dos Diretores da Grã-Bretanha. Em 1984, Parker foi homenageado pela Academia Britânica com prêmio Michael Balcon Award por sua contribuição ao cinema. Em 2013, foi novamente reconhecido por seu trabalho e recebeu o Bafta Fellowship.

Alan Parker foi um dos cineastas mais bem sucedidos da Grã – Bretanha. Em uma carreira de quarenta anos, ele trabalhou com alguns dos atores mais respeitados do mundo do cinema, como Robert De Niro, Jodie Foster e Anthony Hopkins.  Seu último filme com diretor foi “A Vida de David Gale”, lançado em 2003 e estrelado por Kevin Spacey e Kate Winslet.

Cinema e música

A musica tem sido um tema central durante a maior parte da carreira de Parker. Além do citado The Wall, baseado na obra lançada pelo Pink Floyd, trabalhou com Madonna, que estrelou Evita, e o musical Fama, um dos mais populares da década de 80.

Andrew Lloyd Webber, compositor da trilha sonora de “Evita”, lamentou a morte do cineasta. “Muito triste por ouvir a notícia sobre a morte de Alan Parker. Meu amigo e colaborador em ‘Evita’ e um dos poucos diretores que realmente entendiam de musicais no cinema”.

Casado com Lisa Moran-Parker, Parker deixa cinco filhos e sete netos.

Fonte: G1

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish