21 álbuns do Século XXI: #01 – Dee Snider – Never Let the Bastards Wear You Down (2000)

by Mauro Antunes

É verdade que o século XXI, iniciou-se em 2001, mas decidimos incluir o ano de 2000 nesta sessão, pois não poderíamos deixar de fora, um ano com esta representatividade e que marcou não só o final de um século, mas também, o final de um milênio.

Até então, Dee Snider, o eterno frontaman do Twisted Sister, não lançava nada marcante desde os tempos de Widowmaker, e quando decidiu dar um basta no tempo ocioso e gravar coisas novas, Dee chamou seu ex companheiro de Twisted Sister, o hoje falecido baterista A.J. Pero, e escolheu a dedo os demais músicos para acompanha-lo na empreitada de gravar seu primeiro álbum solo. Os escolhidos foram: Tony Palmucci e Dan McCafferty (guitarras) e Derek Tailer (atual Overkill) e fez um registro poderoso, e que poderia ser, o 6º álbum de estúdio da banda que o consagrou.

O fato de Dee Snider ser a voz e a mente criadora de todos os clássicos da banda, deixou no ar essa inevitável sensação de que apenas o nome da banda não está presente. Sem receio de falar, “Never Let the Bastards Wear You Down” é o legítimo sucessor de “Love Is for Suckers” (1987). O também falecido guitarrista Bernie Tormé, assina como co-autor da maioria das faixas, e isso dá a dimensão, de que as músicas foram criadas para ser um álbum do Desperado, porém com o fim da banda, Dee sentiu-se a vontade para lançá-las; sorte de nós, seus fãs.

A faixa de abertura, “Hard Core” remete ao clássico “Stay Hungry”, rápida e pesada como poucas vezes se viu. No encarte, Dee dedica a faixa ao lendário Lemmy Kilmister, líder do Motorhead e cita inclusive, que Lemmy chegou a cantar esta faixa para a trilha sonora do filme “Frezno Smooth”(1999) . “Our Voice Will Be Heard” tem um belo refrão e uma marcante interpretação de Snider. A balada “Cry for a Rainbow” é o respiro muitas não tão bem vindo pelos fãs, mas com mais uma aula de interpretação, melodia e com uma letra muito bem escrita.

Não satisfeito, Dee nos presenteou com um cover da faixa “The Wanderer”, gravado originalmente pelo cantor Dion, em 1961. Versatilidade, é a palavra de ordem para o frontman. Outro grande destaque é “Desperado” que além de uma vibrante intro de bateria, tem aquela vibe anos 80 que chega a arrepiar os fãs do cantor, e claro nos lembra do trabalho de Dee com a banda de mesmo já citada anteriormente.

Dee Snider é um daqueles nomes que já cravaram seu nome na história da música e este álbum é, particularmente relevante, já que marcou o retorno do vocalista ao estúdio depois do fim do Widowmaker. Quem ainda não conhece essa pérola, recomenda-se uma audição imediata e sem parcimônia. Discaço!

Dee Snider – “Don’t Let the Bastards Wear You Down”
Data de lançamento: 22 de agosto de 2000
Gravadora: Koch Records

Tracklist
01 – Hard Core
02 – Call My Name
03 – Our Voice Will Be Heard
04 – Isn’t It Time
05 – Cry for a Rainbow
06 – The Wanderer
07 – Uh Huh Huh
08 – Desperado
09 – Sometimes You Win (Sometimes You Lose)
10 – Ride Through the Storm (Suzette’s Song Part 2)

Formação
Dee Snider – vocal
Tony Palmucci – guitarra
Dan McCaferty– guitarra
Derek “The Skull” Tailer – baixo
A.J. Pero – bateria

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish